Resenha: Cidades de Papel - John Green

10 julho 2015


Oiii gente, tudo bem? Cidades de Papel é um dos livros do John Green, o escritor de "A Culpa é das Estrelas" e o bom de tudo é que ele virou filme, demais né? Tô louca pra assistir! Eu tinha comprado o livro a um ano atrás, vivia sempre adiando e adiando a leitura até que minha amiga Sharon me deixo empolgada e eu comecei a lê-lo, obrigada pela incentivo gordinha♥ hahaha. E olha gente a leitura valeu a pena viu, fiquei encantada com o livro, é uma leitura super gostosa e que te prende muito. ahh John Green, você é o cara! 


O livro ele é a edição econômica da Avon (porque não tá fácil migos kkkk), por isso é menor e tem menos páginas que o normal. A edição dele é bem levinha, agradável de ler e está dividido em três partes. 


Na minha opinião, todo mundo tem seu milagre. Por exemplo, muito provavelmente eu nunca vou ser atingido por um raio, nem ganhar um prêmio Nobel, nem tem um câncer terminal de ouvido. Mas, se você levar em conta todos os eventos improváveis, é possível que pelo menos um deles vá acontecer a cada um de nós. Eu poderia ter presenciado uma chuva de sapos. Poderia ter me casado com a rainha da Inglaterra ou sobrevivido meses à deriva do mar. Mas meu milagre foi o seguinte: de todas as casas em todos os condados da Flórida, eu era vizinho de Margo Roth Spiegelman.


"As pessoas dizem que amigos não destroem uns aos outros. O que elas sabem sobre amigos?"


Nunca vou esquecer essa parte do livro, porque me define, sou eu na vida. hahahahaha.


O livro conta a a história de Quentin um garoto que está no último ano do colégio e é apaixonado por Margo, sua vizinha, a garota mais amada do colégio, acredita ele que ela é o seu milagre. Eles se conhecem desde pequenos, cresceram juntos. Quando eles tinham 10 anos de idade encontram um homem morto enquanto andavam de bicicleta, segundo Margo os fios dele tinham se arrebentado, o acontecido não sai da cabeça dos dois, mesmo depois de alguns anos. Conforme foram crescendo eles se separaram e seguiram caminhos diferentes.

Até que um dia Margo aparece na janela do quarto de Quentin e o convida para viver uma aventura. Depois de uma noite de invasões, vinganças e observação da cidade de papel que é Orlando, Q volta para casa e percebe que foi a melhor noite da sua vida, e que a partir dela tudo irá mudar. No dia seguinte Margo desaparece e Q preocupado começa a investigar seu sumiço. Depois de achar várias pistas, visitar cidades de papéis e locais abandonados Q descobre onde a sua vizinha está e vai até lá, mesmo sendo um local que nem existe. E sem mais detalhes pra não perder a graça né? hahaha. 


É uma história incrível, John é incrível! É um mistério que te prende a cada linha e só te deixa com gostinho de quero mais. Assim como Q o leitor também vai tentar entender sobre Margo e seu paradeiro, uma leitura muito agradável. Mas particularmente eu esperava mais do final, achei bem previsível. Gostei bastante do livro, super indico a leitura. Green com suas filosofias me fez pensar bastante sobre a vida, sobre as pessoas de papel, sobre as cidades de papel. Acho que nunca vou esquecer essa história!


INFORMAÇÕES BÁSICAS
Escritor: John Green 
Editora: Intrínseca
251 páginas

"Ir embora é uma sensação boa e pura, apenas quando você abandona uma coisa importante, algo que tem significado. Arrancando a vida pela raiz. Mas só se pode fazer isso quando sua vida já criou raízes."

E você, já leu o livro? Vive também em uma cidade de papel? 
Beijooooos

4 comentários :

  1. Olá, Gabi.
    Ainda não li Cidades de Papel, apesar de amar a escrita (e as histórias) do João Verde. Sei lá, apesar de todos os elogios ainda ão tenho ânimo para colocar na minha lista de espera :3 Meu favorito dele é Quem é você, Alasca? que, tomara, será o próximo a ser adaptado para as telonas.

    Adorei sua resenha e as fotos <3

    Blog Entretanto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou loca pra ler Quem é você, Alasca? Ouvir dizer que é um bom livro! Inicialmente meu ânimo era só comprar para ter hahaha, mas quando comecei a ler a-m-e-i!

      Excluir
  2. Li também, e gostei, mas meu preferido dele é O Teorema Katherine.♥

    PiinkCookie.blogspot.com

    ResponderExcluir

Que bom ter você aqui, seja bem vindo(a)!

♥ Comente o que achou da postagem, fique a vontade também para dar dicas, ideias e sugestões.

♥ Se você não tiver conta no Blogger isso não é problema, aqui ao lado tem a opção "Comentar como" e nela vai ter várias opções, é só escolher a que você mais preferir!

Obrigada pela visita, volte sempre! ♥




2016 - Cabeça de Garota © Todos os direitos reservados | Design e Programação Jéssica Argentino | Ilustração Laís Lima