Vamos fazer um balanço de 2016?

31 dezembro 2016


Faltam poucas horas para o ano acabar e já começo a ver as inúmeras postagens comemorando e desejando que o ano de 2017 seja diferente, surpreendente e blá blá blá. Seria uma ingratidão imensa da minha parte reclamar de um ano que está se findando, um ano tão intenso que pareceu interminável. Houve dias que pensei em desistir, pensei em jogar tudo para o alto e sair correndo porque eu acordei sem ter a mínima ideia do que fazer; teve outros que eu só estava existindo, quietinha no meu canto com medo de morrer, sim, esses dias aconteceram (e foram os piores); mas ainda teve aqueles dias que eu sabia cada passo que devia dar e tinha toda a certeza do mundo que por mais perdida eu estivesse estava fazendo a coisa certa. São por esses dias que eu quero lembrar o quão gratificante 2016 foi pra minha vida, GRATIDÃO é o que define tudo isso que aconteceu e eu não quero me esquecer de nada nem por um segundo. 


As mudanças aconteceram e foram muitas, elas aconteceram de dentro pra fora e eu tenho orgulho do reflexo que eu vejo no espelho hoje. Perdi as contas de quantas vezes eu precisei me fazer e refazer. cada início de mês foi um recomeço diferente e eu posso dizer com o coração cheio de felicidade: eu me encontrei de verdade em Cristo. É uma caminhada longa, mas eu já tenho o caminho andado e as melhores pessoas ao meu lado. 


É certo que muitas pessoas se foram com o passar dos dias, outras chegaram, algumas só de passagem enquanto as demais escolheram um lugarzinho e fizeram abrigo na minha vida. Todas essas idas e vindas foram mais que fundamentais porque eu aprendi um pouquinho com cada uma e cada uma levou um pouquinho de mim. Em 2016 eu vivi os dias mais intensos da minha vida, a loucura do fim do ensino médio, o medo do vestibular, as noites mal dormidas, as crises de ansiedade e de vesícula (risos), as felicidades e as conquistas com o blog, as decepções amorosas, a perca de pessoas para a morte ou para a vida e mais inúmeras coisas que os 366 dias me proporcionaram. 


Aprendi na dor que tenho que acreditar no grande potencial que há aqui dentro de mim, a autoconfiança é a minha melhor amiga no momento, obrigada Mãe e Pai por me mostrarem isso. Aprendi também que Deus é a minha maior força e que família e amigos são a base de tudo depois dEle. Por fim quero dizer a você que independe da situação que você se encontre permita-se viver com intensidade cada momento, haverá dias ruins que irá parecer o fim do mundo e quando isso acontecer olhe para o seu interior e veja a pessoa maravilhosa que é. Não tenha medo de viver e mudar, a vida não para. Obrigada 2016 por tudo e obrigada vocês! 

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Que bom ter você aqui, seja bem vindo(a)!

♥ Comente o que achou da postagem, fique a vontade também para dar dicas, ideias e sugestões.

♥ Se você não tiver conta no Blogger isso não é problema, aqui ao lado tem a opção "Comentar como" e nela vai ter várias opções, é só escolher a que você mais preferir!

Obrigada pela visita, volte sempre! ♥




2016 - Cabeça de Garota © Todos os direitos reservados | Design e Programação Jéssica Argentino | Ilustração Laís Lima